26 de março de 2010

Evitando Erros

As imagens que ilustram esta página mostram as consequências de alguns dos erros mais comuns que se podem cometer ao construir e pintar um modelo de avião. Quase sempre, um só destes erros é suficiente para comprometer totalmente o aspecto de um modelo que, de resto, está bem realizado e, por isso, é muito importante tentar evitar que uma pequena distração arruine o trabalho a que estamos a dedicar tanto esforço. Um erro constante consiste em não utilizar, por preguiça ou desconhecimento, ferramentas adequadas que facilitem a tarefa. Só se seguirem à risca as indicações de montagem e se se travar o compreensível desejo de terminar rapidamente o trabalho é que se pode esperar obter resultados satisfatórios.



1. Canópi - não foi aplicada fita (mascára) antes da pintura, a fim de se obter uma separação cromática exata.
2. "Silvering" - efeito obtido quando não é aplicado verniz brilhante antes da colocação dos decalques.
3. Bolha de ar sob o decalque - não utilização de fixadores para decalques.

Considerando agora os erros mais comuns, o primeiro que devemos evitar é o de separar as peças à mão ou à força do suporte do kit: de fato, se assim fizermos, corremos o risco de estragar ou partir algumas peças, com consequências as vezes irreparáveis e quase sempre de difícil reparo. A melhor maneira de separar as peças consiste em utilizar um alicate para plástico (à venda nas melhores lojas de modelismo) ou um cortante, tendo neste caso o cuidado de apoiar a peça sobre uma superfície dura e plana.
No que diz respeito à montagem, o principal cuidado é evitar as deformações por excesso de cola. Normalmente, a cola derrete o plástico e, assim, torna-se muito difícil reparar os danos provocados. A única coisa que se pode fazer é esperar que a cola seque bem e, então, eliminar qualquer resto com lixa muito fina. Todas as ranhuras entre as peças, sobretudo as do dorso da fuselagem, devem ser cuidadosamente emassada. Às vezes, pode acontecer que o emassamento aparentemente bem feita deixe de fato uma depressão ou um degrau entre as peças: uma de mão de primer - que deve ser sempre aplicado antes da pintura definitiva - permitir-nos verificar com precisão a eficácia do emassamento que, se for preciso, deverá ser repetida (deixando secar a anterior, pelo menos 24 horas).

Também é preciso uma grande precisão na montagem de alguns detalhes, entre eles os trens de aterragem, os estabilizadores de cauda e o leme. De fato, nestes casos é muito importante verificar se as peças estão simétricas e no ângulo correto em relação ao resto do avião. Além disso, no caso do trem de aterragem, a posição incorrecta de uma peça fora do eixo enfraqueçe a sua resistência, implicando a quebra devido ao peso do modelo. As peças transparentes, canópi, luzes de posicionamento e de aterragem, devem ser coladas usando, de preferência, colas vinílicas ou produtos específicos como o Revell Contacte Clear ou o Humbrol Clearfix, que não mancham o plástico e se tornam totalmente transparentes quando secos: dada a natureza especial destas peças, o uso de cola normal, se não for extremamente cuidado, é muito perigoso.

Antes da pintura final, é preciso, como já foi referido, aplicar uma de mão de base, operação que se torna indispensável quando é preciso realizar um acabamento metalizado. Também é muito importante para o resultado final ter um cuidado especial com as máscaras, confirmando se a fita adesiva adere bem à superfície do modelo e se as linhas de separação correspondem às que se devem obter. Uma vez pintado, é melhor não tocar no modelo a fim de evitar marcas brilhantes na superfície. Nunca se devem esquecer os pequenos detalhes, mas importantes, como os escapes, as extremidades das pás dos hélices ou os canos das armas, tendo o cuidado de usar uma cor de tonalidade adequada. Finalmente, quando se aplicarem os decalques deve evitar-se usar os dedos e recorrer a um pincel e a pinças. Devem ajustar-se bem às superfícies, devendo eliminar-se rugas e bolhas de ar. Enquanto as insígnias ainda se podem mover, devemos verificar se estão colocadas simetricamente e no local exato.

Insígnia colocada "ao contrário".

23 de março de 2010

Sniper desde 1914



Foi apenas na Primeira Guerra Mundial que a combinação de rifles militares de alta qualidade e novas miras telescópicas trouxe  para o campo de batalha um soldado com uma especialidade distintas o Sniper. Em 1918 o sniper como um observador e coletores de informações foram tão importantes quanto as suas habilidades letais, mas estas foram ignoradas no período entre guerras. De 1939/45 a maioria dos exércitos tinha quer treinar e equipar snipers a partir do zero, mas eles estavam para desempenhar um papel importante em todos os teatros de guerra. Este título narra o desenvolvimento de armas, táticas e roupas em todos os grandes exércitos, de Flandres (1914) até o Golfo (1990).

Livro aqui

19 de março de 2010

Copa de Plastimodelismo 2010 - APPE 30 ANOS

Baixe aqui o regulamento





Imperdível!
Aberto ao Publico


Crossing The Line - Trailer

próximo filme de Peter Jackson não é "O Hobbit" ou "Halo". É um curta-metragem chamado Crossing the Line, E isso já foi feito.
É um filme de guerra de 10/15 minutos de tiros e explosões para testar um novo sistema de câmera digital chamada Red One 4k. . O resultado foi Crossing the Line, a partir do trailer podemos ver que realmente faz um olhar brilhante por traz das câmeras.

Até agora, só foi liberado apenas um trailer de 30 segundos. Mas se há 15 minutos de filmagem lá fora, espero que alguém encontra um jeito de distribuilo. Se Peter não tem planos para ele, talvez a Red One deva encontrar uma maneira de obter-lo em seu site como uma forma de mostrar as suas câmeras.



16 de março de 2010

Rolls Royce British Armoured Car - 1/35

WWII BRITISH ARMOURED CAR (PATTERN 1920 MK.1) Modified with Sand Tyres


Fabricante: Roden

Em novembro do Ano passado (2009) a Roden lança seu primeiro kit na escala 1/35
O Rolls-Royce blindado era um carro blindado britânico desenvolvido em 1914 e utilizado na I Guerra Mundial (Africa e Oriente Médio ) e no início da II Guerra Mundial.

The Royal Naval Air Service elevou o primeiro esquadrão de carros blindados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial. Em setembro de 1914 todos os Rolls Royce Silver Ghost  disponíveis, incluindo seus motores cuja potência foi aumentada para cerca de 80 hp, foram requisitados para formar a base para o novo carro blindado a superestrutura, que consistiu de carroçaria blindada e uma torre única para uma metralhadora Vickers.

Os três primeiros veículos foram entregues em 3 de dezembro de 1914, até então a Europa não havia entrado na guerra  de trincheiras na Frente Ocidental, onde os antecessores primitivos da Rolls-Royce tinha servido. A produção foi suspensa em 1917 para permitir que a Rolls-Royce para se concentrar em motores para aviões.

O veículo foi modernizado em 1920 e em 1924, resultando em Rolls-Royce 1920 Pattern e Rolls-Royce 1924 Pattern. Em 1940, 34 veículos que serviam no Egito com o 11 º regimento de hussardos tinham a "velha torre" substituído por um open-topped um carregando uma "Boys rifle" rifle anti-tanque, uma metralhadora Bren .303  e lançadores de granadas de fumaça.

Alguns veículos no Egito receberam novos chassis a partir de um  caminhão Fordson e ficou conhecido como Fordson Armoured Cars. A imagem da caixa mostram ele equipado com o que parece ser torre com um ATR Boys, uma metralhadora e dupla leves para a defesa anti-aviões.




Manual: várias versões

Kit muit bem injetado, motor e interior detalhado.

Onde comprar?

11 de março de 2010

CONVENÇÃO DE PLASTIMODELISMO - RECIFE 2010






LOCAL: AABB / RECIFE
END: Av.Dr. Malaquias, 204-Graças, Recife-PE
DATA: 17/18 - Abril

1°- No sábado teremos o jantar, e após, ocorrerá a apresentação da Banda de Rock " 1/2 BANDA " do nosso amigo Victor em Alusão aos 30 anos da APPE ! IMPERDIVEL !!!!!


2°- Teremos o trofeu " Voto Popular " para todos os Kits expostos ou concorrento. Será executado pelo público visitante.

3°- Definida a categoria temática :
TROFEU 30 ANOS DE APPE - Concorrerão todos os Kits que já participaram dos eventos passados premiados ou não.

4° - Best of Show - que será aplicado para o novos kits apresentados neste evento ou que não participaram do ultima convenção APPE 2007.

MAIORES INFORMAÇÕES:
David 81-88443799
Giggio 81-99172422/99616855
Guga: 81-81828300
email: mania@maniadekit.com.br

10 de março de 2010

Schweres Infanteriegeschutz 33 150mm


Fabricante: ACE
Escala: 1/72
Modelista: Alexandre Novellino - Recife / PE


              

Tamiya 1/35 - Citroën Traction 11CV Staff Car



Alguns detelhes desse modelo, hoje, tração dianteira e 'frame-less "corpos monocoque é a norma quando se trata de automóveis. No entanto, na década de 1930, isso era algo de um inovador design. Citroen da França foi um dos principais produtores de automóveis como este e ofereceu "Traction Avant" ou "tração" (basicamente "front wheel drive") automóveis, que eram bastante populares. O CV 11 foi produzido a partir de 1934 e havia carros de 7 CV e 15 CV . Estas denominações foram baseados nos cavalos  do automóvel.

O CV 11 era alimentado por um motor de quatro cilindros de 1900cc que foi instalado sem a necessidade de um eixo, o carro poderia ser mais baixo para o chão, o que melhorou o desempenho em curva e corte de arraste do vento. A adição de uma suspensão de barra de torsão, desde um passeio suave e confortável.

O Citroën era um veículo muito popular graças à velocidade e eficiência de combustível adicionais sobre outros carros da época. Naturalmente, a via militar que estes seriam bons para ter como viaturas de serviço para o exército francês comprou um número deles. Com a queda da França, era normal que estas seriam utilizados pelos alemães tão bem e viu o serviço em todas as frentes. Mesmo com o fim da guerra, o CV 11 foi mantida em produção até 1957. Foi um dos finalistas do Carro do Século no julgamento de 1999 (que escolheu o Ford Modelo T como o vencedor).

O kit possui portas dianteiras posicionáveis, uma figura condutor sentado, e decalques para quatro variações (dois do Exército alemão, um francês do Exército e um civil de veículos em francês). Agarre seu Citroen agora!


Onde comprar?



8 de março de 2010

Hobby News 69

Chegou nas bancas a edição  nº 69 da Hobby News com muitas materias sobre plastimodelismo, automodelismo e aeromodelismo.

Confiram.